quarta-feira, 20 de maio de 2009

metabolismo celular

metabolismo celular

sábado, 2 de maio de 2009


Evolução da quimica celular

O estudo da história do universo vivo nos mostra que a evolução produziu uma imensa diversidade de formas. Hoje existem mais ou menos 4 milhões de espécies diferentes de bactérias, protozoários, vegetais e animais, cuja morfologia, função e comportamento diferem. Entretanto, sabemos atualmente que quando estudados aos níveis celular e molecular, os organismos vivos apresentam um plano mestre e único de organização e a biologia celular e molecular estuda precisamente esse plano de organização unificado, em outras palavras, é a análise das células e moléculas que constituem os blocos com que se constroem todas as formas de vida. Graças á invenção das lentes de aumento descobriu-se um mundo de dimensões microscópicas, logo o avanço da microscopia eletrônica, permitiu assim descobri-se que uma célula isolada pode constituir um organismo inteiro, como é o caso dos protozoários, ou células podem agrupar-se e diferenciar-se em tecidos e orgãos para formar um organismo multicelular.
Portanto, a célula é a unidade estrutural e funcional dos seres vivos, assim como o átomo é a unidade fundamental das estruturas
químicas. Como vemos os estudos bioquímicos demonstraram que a matéria viva é composta pelos mesmos elementos que constituem o mundo inorgânico, embora possam existir diferenças fundamentais na sua organização. Enquanto no universo não-vivo existe a tendência contínua a um equilibrio termodinâmico com uma distribuição ao acaso de matéria e energia , no organismo vivo o alto grau de estrutura e função se mantém através da transformação da energia, baseada na constante saída e entrada dessa matéria e energia. Atualmente sabemos que a maquinaria bioquímica é essencialmente a mesma quanto a sua estrutura e função, que todos os seres vivos possuem o mesmo código genético e que o mundo de organização subcelular alcança o nível molecular.

Saiba mais